Dataloggers são instalados no IAB RS para monitorar temperatura e umidade relativa do ar

Data: 19/10/2021
Fonte: Centro de Memória IAB RS / Jeniffer Cuty

No dia 29 de setembro de 2021, a equipe do Centro de Memória do IAB-RS instalou dataloggers para iniciar o monitoramento das condições ambientais de guarda dos acervos da Biblioteca e do Arquivo Histórico da instituição.

A aquisição dos dataloggers foi realizada com recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc (Lei nº 14.017/2020), por meio do Edital Sedac nº 10 – Aquisição de Bens e Serviços. A partir da sua instalação, a equipe deve manter registro e avaliação periódicos dos dados, a fim de embasar a tomada de decisões acerca da conservação dos acervos.
 


visualização dos dados coletados


Dataloggers são dispositivos eletrônicos com sensores que registram dados em tempo real do ambiente em que estão instalados.

Em espaços de guarda de acervos, os dataloggers geralmente cumprem a função de registrar a temperatura e a umidade relativa do ar, que podem ser fatores de risco à sua conservação caso estejam em condições inadequadas. A partir do monitoramento ambiental, que é a base da Conservação Preventiva, é possível tomar medidas para otimizar a climatização e prevenir danos aos acervos.

Eles se diferenciam dos termo-higrômetros, mais comuns em museus, bibliotecas e arquivos, por dispensarem a presença física de uma pessoa para registrar os dados regularmente. Nos dataloggers, os dados são guardados na memória e devem ser periodicamente transferidos para um programa de computador, que possibilita sua análise em gráficos.

A Conservação Preventiva é a área da conservação que se dedica a evitar ou minimizar danos e processos de degradação de bens culturais, por meio de intervenções no meio ambiente em vez de agir diretamente nos objetos. Em geral, representa uma abordagem de melhor custo-benefício para as instituições, por reduzir a necessidade de investimentos em processos de restauração, que costumam ser mais onerosos.

No Centro de Memória do IAB-RS, a Conservação Preventiva é uma prioridade para a gestão dos acervos, cuja materialidade, essencialmente em suporte de papel, é extremamente suscetível às condições incorretas e variações de temperatura e umidade relativa.